O papel da glutamina na musculação

Muitos fisicultores escolhem a glutamina como o suplemento mais importante. Este é um aminoácido que naturalmente pode ser encontrado em carne, peixe, aves, feijões e produtos lácteos. A maioria dos suplementos de proteína contém glutamina porque é um aminoácido envolvido em muitos processos que ocorrem no corpo.

O corpo produz glutamina suficiente para atender às suas necessidades em circunstâncias normais. No entanto, uma dose adicional de L-glutamina deve ser fornecida para atender a necessidade aumentada durante o exercício (treinamento, estresse, convalescença).

Do ponto de vista do fisiculturista, a força da glutamina é a sua capacidade de reduzir o microdisco muscular que ocorre como resultado da intensa atividade física.

Você precisa se cuidar para manter níveis elevados de glutamina durante o exercício intenso, pois a diminuição dos níveis de glutamina pode causar maior susceptibilidade à doença devido ao enfraquecimento do sistema imunológico. Além do efeito positivo no sistema imunológico, a glutamina ajuda o funcionamento do fígado, estômago e intestino.

A dose de glutamina para bodybuilders é de cerca de 20 a 30 gramas por dia. Para uma melhor assimilação, é melhor tomar pequenas doses de glutamina em intervalos baixos. A glutamina é melhor absorvida em refeições ou lanches contendo carboidratos que ajudam na absorção. Como um nutriente que ocorre naturalmente no corpo, a glutamina é segura. No entanto, tomar quantidades excessivas de glutamina pode causar dor no estômago. A dose segura de glutamina é de cerca de 0,6 gramas por quilograma de peso corporal.

Partilhe a sua opinião...